Ir para o conteúdo


Foto

Infactível -8 Wires


  • Entre na sua conta para responder
2 respostas a este tópico

#1 Kanashi

Kanashi

    Alguém cativado no momento

  • Members
  • PipPip
  • 18 publicações
  • Servidor:BR16
  • Personagem:Kanashi
Reputação: 45

Publicado 05 fevereiro 2018 - 2:04

"If he said help me kill the president
I'd say he needs medicine
Sick of screaming let us in
The wires got the best of him
All that he invested in goes
Straight to hell
Straight to hell
Whoa, whoa, whoa, whoa, whoa.."

-Não vai tirar esses fones não? Não sei se você percebeu, mas são três da manhã e precisamos prestar atenção em cada detalhe

-Bacaca

Murmurei

-O que? Eu babaca? Não vou nem falar o que eu pen...

-Chega, cara, já deu dessa briguinha de vocês, se vocês querem continuar nessa é melhor pararem.

 

Estávamos do outro lado da rua observando a agência, ela ficava vazia a noite, precisávamos reunir informação se quisermos entrar sem ser vistos, possíveis fugas, câmeras, movimentação, tudo, cada detalhe importava, mas estava tudo tão chato que resolvi ouvir músicas, mas como sempre o implicante do Arthur resolve encher meu saco.

Um carro passou, nos abaixamos atrás de um ponto sem luz, Isaac ia entrar pra simular alguém sacando dinheiro pra observar tudo mais de perto, mas pra isso ele precisava usar o seu cartão de emergências, talvez se fosse um valor pequeno os pais dele nem notariam.

-Vou entrar.

Ele estava vestido com as roupas mais ridículas que eu já vi na minha vida, provavelmente ele iria se desfazer depois, deve ter comprado tudo por menos que uma bala em algum brecho.

-Esperem aqui

-Beleza

-Ok

Ele tirou o capuz da sua blusa nem um pouco chamativa, era vermelha com listras brancas, mas um vermelho muito vivo. Chegou na metade da pista caminhando rápido, estava vazio, tinha uns carros estacionados a alguns metros daqui, mas de resto estava tudo morto, parecia uma cidade fantasma, um clima pós apocalíptico, mesmo com o Arthur do meu lado, eu me sentia sozinha, como se só existisse eu e as luzes dos postes.

 

-Luz, o lembrete visível da luz invisível.

-Que?

-T.S Eliot

-Quem?

-Esquece

 

Eu ficava impressionada com o nível de lerdeza que esse garoto chegava. 

Isaac já estava voltando, e eu sentia aquela sensação de solidão, 

 

-Parece que vai ser bem mais fácil do que imaginei, tem algumas câmeras, mas nada que sua mágica não resolva, qualquer coisa é só nós cortarmos a luz do lugar.

-Acho que eles tem geradores

-Temos que dar uma olhada de que forma vamos poder acessar os caixas

-Cara, não sei, essa parte não é comigo, Emma, já sabe

-O que?

-Da uma pesquisada sobre isso

-Mais coisa? Não era só as câmeras?

-Quem disse isso? Você esperava que fosse fácil?

-Isso é trabalho pra dois

-Cê ta dizendo que não é capaz?

"Cê" quem fala assim? não entendo essas gírias.

-Ok, eu dou conta 

-Arthur, tirou todas as fotos?

-Sim, chegando em casa já envio pra vocês 

-Beleza, vejo vocês na terça

Era sexta, tecnicamente sábado, eu sempre me confundo com o horário quando é de madrugada

-Cara, acho que é isso, cada um vai pra sua casa e nos falamos 

-Bye

Eu disse me já me despedindo 

-Posso ir com você?

Eu não esperava aquilo

-O que?

Perguntei só pra confirmar se eu estava ouvindo bem ou estava louca

-Posso ir até sua casa com você?

-Hum, tanto faz 

-Isso é um sim?

-Não sei, o que você acha?

Arthur era muito imprevisível 

-Eu vou com você

 

Andamos umas duas quadras em absoluto silêncio com aquela sensação ainda comigo.

 

-Que música você estava ouvindo? desculpa por ter falado daquele jeito com você, eu só queria sua atenção

Ele sempre fazia isso, me tratava mal e dava alguma desculpa depois, mas decidi deixar passar só mais uma vez, só mais uma vez..

-The neighbourhood, Wires, é um indie rock

-Não é coisa de emo?

Revirei os olhos tanto que achei que eles não iria mais voltar ao normal

-Claro que não, é legal, pena que agora eles mudaram o estilo e eu não to gostando nem um pouco

-Vou procurar depois, mas vou direto ao ponto, você acha que vamos ficar nessa pra sempre?

-Como assim?

-Nesse vai e volta 

-O para sempre é composto de agoras, e sinceramente, eu não quero mais nada com você

Aquilo saiu sem eu nem perceber, mas era verdade, eu não queria mais continuar naquilo, eu queria poder esquecer de tudo e só voltar a como era antes, sem essa confusão de sentimentos que é a paixão 

-Ah...

Eu não sabia o que dizer, eu estava me sentindo mal por ter dito aquilo 

-Acho que já vou indo por aqui, é fica mais perto de casa

-Entendi, cuidado, eu não queria te magoar dizendo aquilo, eu nem..

Ele me interrompeu

-Não precisa se explicar, eu já entendi, adeus, Emma

Ele se virou e foi caminhando de um jeito esquisito, ele disse um adeus parecendo que eu nunca mais veria ele na vida, aquilo mexeu comigo eu estava chorando, não só por ter dito aquilo, mas pelas coisas que eu estava sentindo, pela sensação de vazio, solidão, eu só precisava de um abraço, mas só ganhei um adeus, eu consegui disfarçar bem pelo máximo que pude, mas agora eu deixei tudo sair, lagrimas, soluços, eu não conseguia nem falar direito, eu tentei gritar, só saiu um som abafado e eu fiquei lá, no meio da calçada chorando igual uma criança. Depois de uns vinte minutos de melancolia, consegui me recompor e voltei caminhando pra casa, pensando se tudo aquilo valeria a pena, por que eu não faço alguma faculdade, comece uma vida normal, eu sei a resposta, isso não combina muito meu tipo, odeio esse padrão de vida das pessoas, mas tanto faz, eu só queria chegar em casa e dormir. Eu só tinha certeza de uma coisa, o nosso fio tinha se rompido, o que ligava Arthur a mim.

 

 

 

 

 

Nota do autor: peço desculpa pela demora, só tenho tempo pra escrever de madrugada, e aqui estou, adahduasd, espero que gostem, boa leitura <3

 

 

O trecho usado é da música The neighbourhood - Wires caso alguém queira ouvir. sz

 

 

 

 

 

 

 

 


  • LordSnow -Ramsay, walt13 e SrN1nj4 curtem isto

#2 SrN1nj4

SrN1nj4

    Vigilante sonâmbulo

  • Members
  • PipPipPipPipPip
  • 170 publicações
  • LocalizaçãoNa Minha Casa
  • Servidor:BR16
  • Personagem:ErasableN1nj4
  • Time:MaSSacraTioN






Reputação: 172

Publicado 05 fevereiro 2018 - 8:18

Nossa, que capítulo insano...

 

Eu vi que Emma é durona, mas nunca achei que fosse sentimental, pessoas assim escondem ao máximo seus sentimentos.

 

Continua que ta ficando cada vez melhor  ;) .


  • Kanashi curtiu isto

"Num tempo de engano universal, dizer a verdade é um ato revolucionário." - George Orwell.

ZbtUJyq.png


#3 Kanashi

Kanashi

    Alguém cativado no momento

  • Members
  • PipPip
  • 18 publicações
  • Servidor:BR16
  • Personagem:Kanashi
Reputação: 45

Publicado 05 fevereiro 2018 - 11:16

Nossa, que capítulo insano...

 

Eu vi que Emma é durona, mas nunca achei que fosse sentimental, pessoas assim escondem ao máximo seus sentimentos.

 

Continua que ta ficando cada vez melhor  ;) .

esse foi um dos capitulos que eu escrevi sem revisar, só deixando minha mente ir guiando, não sei se ficou muito bom, mas obrigada <3






0 membro(s) está(ão) a ler este tópico

0 membro(s), 0 convidado(s), 0 membro(s) anônimo(s)