Ir para o conteúdo


Foto

Iuvenis Sagittarius -2 Cogumelos


  • Entre na sua conta para responder
2 respostas a este tópico

#1 Luanco

Luanco

    Perdido na vizinhança

  • Members
  • Pip
  • 3 publicações
  • Servidor:BR16
Reputação: 9

Publicado 03 junho 2018 - 19:09

Isabel-

 

Cheguei em casa pela manhã, depois de ter passado a  noite inteira com Kera, eu estava exausta, mas como sempre meus irmãos menores não deixaram eu dormir nem por um segundo, eu já não podia mais voltar para a floresta, já que agora os lenhadores estavam lá e eles não são nada silenciosos, o melhor a fazer era novamente apelar para a Kera. Sua casa ficava um pouco longe da minha, resolvi que iria caminhando normalmente observando os moradores da vila, que pareciam estar com energia para ficarem acordados sete noites seguidas.

A vila tinha uma característica interessante, e admito que gosto muito dela, que é a separação das casas de forma simétrica, como se fosse um jogo da velha gigante, com um conjunto de nove casas dentro de cada quadrado, assim as ruas eram as linhas divisórias do jogo, a única exceção era a praça central, que tinha o quadrado maior que os outros, pra falar a verdade eu não gostava muito dela, só pelo fato de ter uma estátua de um javali no meio, que mais me parecia uma vaca anã com chifres.

-Isabel, venha cá, tenho que falar com você.

Heitor, o ferreiro da vila, ele raramente me chamava, mas dessa vez me parecia ser algo sério.

-Olá senhor, do que você precisa?

Tentei ser a mais formal mulher possível, para não parecer nenhuma burra, sem contar que o filho dele se tornou um homem muito atraente, então não posso arriscar, não é mesmo?

-Você que fica com o arco e flecha o tempo todo, conhece algum arqueiro ladrão? Algumas de minhas flechas da loja sumiram.

No mesmo instante que ele disse isso levei a mão as costas, minha aljava não estava lá, meu coração veio a boca por uns segundos, mas consegui me acalmar tão rápido quanto.

-Não senhor, não tenho muitos amigos arqueiros, e a maioria mora longe daqui, provavelmente foi algum ladrão local que roubou para trocar por algumas moedas de prata.

Ele deu uma leve risadinha sem abrir e boca, e disse:

-Seja quem for, não vai conseguir nada com aquilo, as flechas eram mais cegas do que a minha avó Catarina.

Essa piada não caiu tão bem quanto ele achava, então só dei um sorriso forçado para não parecer inconveniente.

-Senhor, preciso ir, um lindo dia me espera

-Ah claro, mas antes de ir, não gostaria de dar uma olhada em minhas novas flechas que eu estou desenvolvendo? A ponta dela é envolvida por um pequeno arame, assim perfuram bem mais facilmente, mas fazem um estrago danado.

Me interessei pelas flechas, mas estava tão exausta que a única coisa que pairava sobre a minha cabeça era o sono.

-Obrigado, mas eu realmente preciso ir.

-Espere, tem certeza? Também quero lhe mostrar o novo cabo dessa vez feito de bambu, ele é três vezes mais lev..

-Senhor, eu preciso ir, desculpe.

Assim fui andando de costas para fora de sua tenda.

-Ah, me desculpe senhorita, mas quem não arrisca não mama...  Acho que era algo assim.

Me virei ignorando seu comentário errado, e fui caminhando até a casa de Isabel, que ficava escondida ao oeste da floresta, perto de um riacho.

Chegando lá dei uma batida na porta, uma cortina se mexeu atrás da janela.

-Ker... Ibelin? Está em casa?

A porta se abriu, e lá estava ela, com apenas uma sandália.

-Você não tem vergonha de ficar assim?

-Do que adianta me vestir, se ninguém vai me ver? Ainda mais nesse calor do verão.

-Tanto faz, agora me deixe entrar, estou exausta de sono.

-Você ainda não dormiu? Entre, entre, pode dormir na minha cama, daqui a pouco vou sair para procurar algo para comer.

Disse ela fechando a porta e já se vestindo.

-Ei, espere, não use as flechas com pontas cegas do Heitor, ele estava a procura do ladrão.

-Eu não vou sair de dentro da floresta, não se preocupe.

Assim que terminei de ouvir me deitei em sua cama e adormeci quase que instantaneamente.

 

Acordei com o dia já escurecendo, Kera estava sentada em uma cadeira comendo enquanto me observava.

-Você dorme de um jeito esquisito.

-Todo mundo dorme de um jeito esquisito, não?

-Não, só você.

-Hmm, não ligo pro jeito que eu durmo, normalmente as pessoas não ficam me observando, só as mais perturbadas.

-Engraçadinha.

Ela largou o prato em cima do criado mudo.

-Ei, o que você estava comendo?

-Uma sopa.

-De?

-De o que?

-Ingredientes.

-Ahhh.

-Derr.

-Eu fiz a sopa com uns cogumelos que eu achei perto do riacho.

-Você não tinha saído pra caçar?

-Sim, caçar cogumelos.

-Com um arco e flecha?

Ela revirou os olhos.

Eu já havia notado faz um tempo que as habilidades de Kera com o arco já não eram mais as mesmas.

-Não havia nenhum animal na floresta.

-Sério?

-Sim.

-Sério mesmo?

-Não enche.

Me sentei e esfreguei os olhos, eu precisava comer algo.

-Sobrou um pouco dessa sopa?

-Não achei muitos cogumelos, mas ainda sobrou o caldo.

Um caldo de sopa me sustentar? Isso não sustenta nem a menor das mulheres, acho melhor ir para vila procurar algo para comer.

-Não, obrigado. Vou para a vila procurar algo para comer na rua, você vem?

-A guarda real ainda está lá?

-Hoje pela manhã não vi nenhum sinal de soldados, provavelmente foram embora.

-Tem certeza?

-Sim.

-Certeza mesmo?

-Por que você sempre dúvida da minha memória?

-Ela não é das melhores.

-Ela é uma das minhas melhores qualidades.

-Me diga outra qualidade sua.

Pensei um pouco, dei um suspiro leve e disse:

-Não lembro bem agora, mas vamos, temos coisas importantes a fazer.

-Encher seu estômago?

-Essa é uma delas.

 

 

 

 

 

 

 

 

Autor: desculpem pelos erros, espero que gostem <3

 

 


  • Pablinho, user966, LordSnow -Ramsay e 2 outros curtiram isto

#2 guilherme301

guilherme301

    Vigilante sonâmbulo

  • Members
  • PipPipPipPipPip
  • 176 publicações
  • LocalizaçãoValeSemSiso
  • Servidor:BR1
  • Personagem:guilherme301
  • Time:Reis Do Norte






Reputação: 101

Publicado 04 junho 2018 - 14:31

texto legal pra caramba parabens


  • Luanco curtiu isto

#3 LordSnow -Ramsay

LordSnow -Ramsay

    Super-herói super-informado

  • Journalist
  • 2.792 publicações
  • LocalizaçãoMinas Gerais
  • Servidor:BR11
  • Personagem:Ramsay
  • Time:União Soviética






Reputação: 2.520

Publicado 04 junho 2018 - 20:11

Essa memória que faz a mente expandir...

 

WrKPhfd.gif

 

 

 

 

Ótimo capítulo :D :D :D (espero mais!)


  • Luanco e robinho7 curtem isto

Disse-lhe Jesus: ''Eu sou o caminho, a verdade e a vida; ninguém vem ao Pai, senão por mim.''
(João 14:6)[/size]
yDA9DHM.jpg La petite fleur.





0 membro(s) está(ão) a ler este tópico

0 membro(s), 0 convidado(s), 0 membro(s) anônimo(s)