Ir para o conteúdo


Foto

"História Assustadora de Halloween"


  • Este tópico encontra-se encerrado Este tópico está encerrado
32 respostas a este tópico

#1 Newbie1

Newbie1

    Vigilante sonâmbulo

  • Team Hero Zero
  • 101 publicações
  • Servidor:BR1
Reputação: 348

Publicado 25 outubro 2019 - 12:37

Halloween-HZ-1.png


Explicação

• Você deve escrever uma pequena história assustadora relacionada com o Hero Zero e o Halloween.

• A sua história deve ter entre 200 a 400 palavras.

• Publique o seu texto na secção "Evento do Fórum" criada para este evento.

• Na sua participação, você precisa de colocar o seu nickname e servidor. EXEMPLO: Nuno, BR1

• Use sua imaginação!

• O Evento decorrerá por 7 dias ;)

Regras

• Não use multicontas, você será desqualificado do Evento.

• Cada pessoa apenas pode receber um prémio, em uma conta e apenas em um servidor.

• Não use palavras ilegais, você será desqualificado.

• Copiar uma história de um jogador anterior é proibido. Você será desqualificado por plágio sem aviso prévio pela equipe de moderação. Por essa razão, editar é proibido. Por favor verifique sua publicação antes de postar.

• Você apenas pode receber um prémio em todo o Evento (apenas uma recompensa por utilizador).

• Existem restrições de mercador/servidor, exemplo: se você participa no Evento do fórum BR, você apenas pode receber a recompensa em servidores BR.

• Uma vez submitida, você não pode editar sua participação. Posts editados serão desqualificados.

• Se existir um erro de digitação no nome da conta ou servidor, use o botão "Reportar" em sua participação para chamar à atenção de um moderador. Explique o que precisa de ser mudado! Um moderador irá rever o seu pedido e corrigir o erro.

Prémios

• Todos os participantes irão receber 14 dias de Energético de Habilidades de 50%.

Duração

• Este Evento decorrerá entre os dias 28 de outubro e 3 de novembro.

• Os prémios do evento serão entregues até ao dia 16 de novembro.

 



DIVIRTA-SE!!!


LOGO-HZ.png


  • Pablinho, LEANDRA1, user966 e 6 outros curtiram isto

#2 HardBruds

HardBruds

    Alguém cativado no momento

  • Members
  • PipPip
  • 14 publicações
  • Servidor:BR18
  • Personagem:RoseiMery
  • Time:Creche da Tainara
Reputação: 11

Publicado 28 outubro 2019 - 12:23

Nick : RosieMery   [BR18]

 

 

   Era uma vez em uma noite escura e vazia, como de costume Noite de Halloween aonde as crianças se vestiam de monstros super "assustadores", e era sim uma festa feliz, mas na noite do dia 28 as coisas ficaram um pouco diferente na cidade de Humphreydale, Estava tudo queto sem crianças, sem casas decoradas, sem festa, estava um lugar sombrio.

   No final da rua tinha uma casinha bem pequena aonde tinham um homem que eram o terror da cidade de Humphreydale chamado Zumbicalipse e eu que não era ninguém até então decidi ir lá, e quando cheguei não acreditei no que meus olhos estavam vendo, todas as crianças presas dentro da casa pedindo socorro e eu estava atrás da árvore do lado da casa do vilão mal.

  Tomei coragem e fui até lá com muito medo, Alguém precisava salvar aquela linda festa, peguei um pedaço de madeira cheguei perto dele e dei um grito muito alto e ele só olhou para mim e começou dar risada !, E ele foi ir pra cima de mim chegando perto ele da um grito muito grande e saiu correndo desesperado, porque na árvore que eu estava apareceu uma barata e ele tinha medo!, E naquela noite fui a salvadora da festa e fiquei reconhecida por todos.


  • Ap4chi, hitmmger, Akatsuki BR18 e 1 outros curtiram isto

#3 Akatsuki BR18

Akatsuki BR18

    Perdido na vizinhança

  • Members
  • Pip
  • 1 publicações
  • Servidor:BR18
  • Personagem:Akatsuki
  • Time:Creche Da Tainara
Reputação: 4

Publicado 28 outubro 2019 - 12:51

O dia começou repleto de fantasias,pessoas andando na rua e a maioria com seus amigos e familiares se preparando para a grande noite chamada como todo sabemos de Halloween.

Naquela noite estavam todos na cidade de Big Crumble,quando rapidamente algo passou em cima dos prédios,acharam que fosse um pássaro,mas não ele se aproximou e era um monstro com formato de nuvem todo assustador com os olhos vermelhos.Foi ai que todos correram incluindo eu,corremos para o lugar mais seguro mesmo ele correndo muito rápido atrás de todos nós.corremos para um posto de gasolina e se escondemos la.

Com muito medo ninguém sabia o que fazer,então eu pensei,não temos nenhum tipo de defesa contra ele,então eu vi um extintor de incêndio,foi isso que salvou a minha vida e a vida dos meus amigos,eu apertei o extintor e pof...O monstro começou se despedaçar e eu fui o herói do dia,comemoramos muito e continuamos o nosso dia cheio de aventuras assustando as pessoas e pedindo doces na porta das casas.

 

Akatsuki  || BR18 


  • Guerra, HardBruds, hitmmger e 1 outros curtiram isto

#4 MacimKill

MacimKill

    Alguém cativado no momento

  • Members
  • PipPip
  • 8 publicações
  • Servidor:BR1
  • Personagem:macimkill
  • Time:Reis do Norte
Reputação: 10

Publicado 28 outubro 2019 - 19:45

macimkill, BR1

 

Uma noite como qualquer outra, multidões de fãs cantando meu nome toda vez que eu apareço na área de Gamble City. Ser reconhecível tem seus prós e contras. Naquela noite, tive que desempenhar o papel de super-herói novamente, mas sou mesmo? E o que responder às perguntas sobre como se tornar isso? A multidão que se reuniu ao meu redor está esperando por uma resposta, e eu respondo em silêncio.
 
 
 
Tudo começou há um ano no Halloween. Eu me mudei para Humphredale.
 
À procura de um lugar tranquilo na terra. No entanto, eu ainda não sabia o quão errado eu estava. A área foi decorada com abóboras, criaturas fantasmagóricas e fantasmas de papel por causa da estação. O riso das crianças podia ser ouvido de longe. Provavelmente é graças aos doces que eles conseguiram. No entanto, decidi não abri-lo para ninguém. Costurei em casa com uma xícara de chá quente na cadeira, ignorando qualquer batida na porta. Não foi tão fácil, mas tive uma ideia brilhante,os tampões para os ouvidos são a minha salvação. Coloquei a xícara com chá na mesa. Eu decidi ler alguma coisa. Atrás dele, eu consegui decidir alguma coisa, ouvi um barulho do lado de fora da janela, apesar dos tampões para os ouvidos. Assim que abri a porta e saí, tudo parecia diferente. Toda a área estava envolta em nevoeiro. Tão grosso que era difícil ver através dele. Embora por um momento tive a impressão de estar vendo uma luz desfocada. Foi então que ela apareceu, uma garota com o rosto pálido como uma parede, vestida com uma fantasia de palhaço bizarra e com uma pequena cesta.
"Travessuras ou gostosuras", diz ela, o rosto não expressando emoção.
 
- Vá embora - respondo indo em direção a casa. No entanto, a menina não estava prestes a deixar ir. Antes que eu pudesse fechar a porta, ela apareceu na minha sala de estar. Seus olhos penetrantes me deixaram desconfortável, mas ela decidiu jogar alguns doces duros em sua cesta para ter paz de espírito. 
 
Juntamente com o recebimento de doces, ela se dissolveu no ar. Deixando a cesta atrás dela, e nela uma carta na qual estavam escritas as palavras: "Você foi escolhido para proteger os habitantes de Humphredale do mal que espreita aqui a cada passo." Assustado, deixei a carta cair de volta na cesta. O som de porcelana me tirou desse estado. Esfreguei minhas pálpebras sonolentas, segurando os restos do copo na minha mão. Foi apenas um sonho que considerei profético. Tornando-se uma heroí, em cuja honra os habitantes de Humphredale e Gamble City comemoram.

  • Guerra, LEANDRA1, hitmmger e 2 outros curtiram isto

#5 SrBlue

SrBlue

    Perdido na vizinhança

  • Members
  • Pip
  • 1 publicações
  • Servidor:BR17
  • Personagem:SrBlue
  • Time:Rules of the World
Reputação: 3

Publicado 28 outubro 2019 - 22:08

SrBlue [BR17]

 

HeroBoy (personagem principal e fictício)


Bom, meu nome é HeroBoy e estou aqui para contar minha experiência “traumática” com o grandioso e famoso Dia das Bruxas (Halloween).


Eu havia recém feito meus 8 anos de idade e eu morava no centro da cidade de Granbury até que meus pais decidiram que era melhor a gente se mudar para o subúrbio, fomos parar em um cidade conhecida como Humphreydale, lá era um lugar bem sossegado e pitoresco, durante o verão era uma cidade extremamente linda e cheia vida, particularmente eu adorava morar lá pois eu havia feito vários amigos bem legais, mas tudo estava prestes a acabar quando o famoso Dia das Bruxas (Halloween) estava para chegar, lembro-me como se fosse ontem todas as casas muito bem decoradas com coisas de dar arrepio, eu chegava a ter medo de andar pelas ruas de Humphreydale, sinceramente eu estava bem empolgado para esse grande evento pois eu amava comer doces e outras guloseimas, eu e meus amigos estávamos nos organizando para passarmos de casa em casa pedindo doces ou travessuras, tudo havia sido muito bem planejado e elaborado nós íamos conseguir passar em todas as casas antes da meia noite, passamos dias fazendo nossas fantasias, depois de alguns dias  de que muita ansiedade FINALMENTE o esperado dia acabará de chegar, estávamos eufóricos!, mas mal a gente sabia o que nos aguardava. Estávamos passeando por toda a cidade de Humphreydale pedindo doces e guloseimas de porta em porta, era incrível ver todo mundo fantasiados de heróis e vilões andando por ai pulando e brincando, eu e meus amigos decidimos passar em umas casas perto do cemitério de Humphreydale, nesse cemitério havia uma lenda de uma velha senhora com mais ou menos 90 anos de idade que supostamente ficava em frente ao cemitério pedindo esmolas, segundo a lenda ela aparecia durante a lua cheia e ficava a noite inteira pedindo por moedas e donuts, Nós obviamente ignoramos essa baboseira e decidimos ir de qualquer forma, passando em frente do cemitério vimos a tal velhinha da suposta “lenda”, nós cheios de “coragem honra e bravura” decidimos ir lá conversar com a idosa pois queríamos ser gentis com a pobre velhinha, um dos meus amigos perguntou para a senhora:

-A senhora não tem medo de ficar até essas horas da noite nesse cemitério?

Então ela respondeu:

-Quando eu era viva eu tinha!.

 Ao ouvir isso eu e meus amigos saímos disparados correndo para minha casa, chegando lá não conseguimos parar de pensar e falar sobre aquilo que havia acontecido, ficamos bem aterrorizados com tudo aquilo mas a medida dos anos que passava nós viemos a envelhecer e pensar que aquilo tudo poderia ser uma simples pegadinha de alguém, mas no final de tudo o que era pra ser algo muito aterrorizante para pobres meninos indefesos acabou virando um momento engraçado e memorável para todos nós. 

 

 

 


  • Guerra, hitmmger e Akatsuki BR18 curtem isto

#6 meu lala

meu lala

    Perdido na vizinhança

  • Members
  • Pip
  • 2 publicações
  • Servidor:BR1
  • Personagem:adftr24wesd
  • Time:231fwafd
Reputação: 3

Publicado 29 outubro 2019 - 8:01

   Tudo começou quando eu era apenas um heróizinho, combatendo vilões e baderneiros do bairro. Conforme eu fui subindo de nivel, aumentava a força dos vilões e eu ja esperava por isso, mas aquela noite...Aquela noite eu vi algo que não pode ser explicado ou contado, eu vi a coisa mais assustadora da minha vida e não chegava nem perto de ser um bagunceiro de bairro ladrão de galinha.
 
   Vocês devem estar se perguntando agora, o que será que é tão assustador quanto vilões? Pois eu digo pra vocês, eu vi uma bruxa fazendo feitiço de donuts e distribuindo para todos os malfeitores de humphreydale, escutei cochichos vindo do seu caldeirão e descobri o intuito dela, ela queria deixar todos os vilões mais fortes e dominar o bairro! O meu querido bairro com qual eu lutei por anos para salvar, tudo indo por aguá abaixo quando eu tomei coragem, vesti minha roupa de sapo e fui a luta com minha pistola de plástico e misseis de batom.
 
   Por sorte meu acompanhante tinha o pular cova, ele pulou na perna da velha bruxa que com um feitiço quase executou meu querido pet, com tamanha ajuda dele eu consegui capturar ela, e é claro... Dei alguns donuts para meu acompanhante pois ele merece!
 
   E enfim eu retornei para meu adorável bairro retirando meias sujas colocadas por gangues metidas nas janelas dos moradores
 
 
nick: MUSTANG
server: br13

  • Guerra, hitmmger e Akatsuki BR18 curtem isto

#7 Guerra

Guerra

    Jornalista de plantão

  • Members
  • PipPipPipPipPipPipPip
  • 567 publicações
  • LocalizaçãoSC
  • Servidor:BR2
  • Personagem:Guerra1
  • Time:The Killers






Reputação: 1.302

Publicado 29 outubro 2019 - 10:25

Humphreydale é uma cidade famosa, com muitos heróis e histórias interessantes. Uma delas aconteceu comigo, e apesar do susto, ela foi muito importante e merece ser compartilhada.

 

Era Halloween, uma noite escura e chuvosa. Estava voltando de uma missão em Paris, com meu carro possante. O frio embaçava o vidro e o cansaço e o sono me dominavam. Com o sono, levei um susto ao sentir o carro balançar e diminui a velocidade.

Ao mesmo tempo, os faróis iluminaram uma mulher jovem, encharcada, na beira da estrada. Com pena, parei e ofereci carona.

 

Tentei conversar, descobrir como ela tinha chegado ali, mas ela desconversava e permanecia em silêncio.

 

De repente, com uma voz fria, ela me manda diminuir a velocidade até quase parar. Fiz o que ela pediu, e qual meu alívio quando vi o perigo que corri, escapando de uma curva bastante acentuada, perigosa e sem qualquer sinalização. 

 

Agradeci o aviso e ela me respondeu: - Não agradeça. Nessa curva eu morri há mais de 20 anos, e minha missão desde então, é alertar motoristas incautos, como você.

 

Assustado, olhei para o lado e ela tinha sumido... mas o assento, há, o assento....ainda estava molhado.  :O  (ghost)

 

Nick: Guerra1

Servidor BR2


  • NulgatyTop, junyor123, MacimKill e 5 outros curtiram isto
AkPTVQj.gif

#8 NulgatyTop

NulgatyTop

    Vigilante sonâmbulo

  • Members
  • PipPipPipPipPip
  • 171 publicações
  • Servidor:BR8
  • Personagem:Percy111
  • Time:HIGASHI






Reputação: 156

Publicado 29 outubro 2019 - 11:06

Mesmo espantado, O percy não conseguia para de olhar para aquela figura estranha, até que, ela parou de acenar, e parecendo ter uma acesso de raiva, começou a gritar yoyodyne a bater as mãos violentamente contra a janela. Percy se apavorou tanto ao ver aquilo que até levou um tombo caindo de costas no chão. Ainda caído, percy continuava a ouvir os gritos e os sons que aquela mulher provocava ao bater na janela. “Meu Deus, o que está acontecendo “ pensava percy. Até que pouco tempo depois os sons cessaram e a noite voltou a ficar silenciosa.

Percy continuou deitado no chão, não tinha a minima coragem de levantar e olhar em direção da casa no centro da cidade imundo outra vez. Mas o pior susto ainda estava por vir. Percy começou a ouvir a mesma mulher gritando yoyodyne na sala de sua própria casa, depois passos na escada que levava até o andar de cima onde ficava seu esconderijo de, exatamente onde ele estava no momento. Apavorado, Percy se encolheu um um dos cantos do seu esconderijo e ficou ouvindo os sons de passos se aproximarem cada vez mais, até que surge pela porta uma mulher, a mesma mulher que ele viu na janela da sala da casa. Ela estava nua, chorava muito e tinha muitos machucados pelo corpo que sangravam muito. Ao ver aquela mulher com aparência pavorosa se aproximar, Percy entrou em desespero e desmaiou. Quando voltou a si já era de manhã. Ainda confuso e assustado com o que presenciou na noite passada, ele levantou e foi até a janela do seu esconderijo. Onde lá pode ver o centro da cidade imundo repleto de pessoas e muitos carros de policia e bombeiros em frente a casa de lucy. Percy ficou ainda mais confuso.

As noticias após todos os acontecimentos eram que a policia, através de uma denuncia de um vizinho que ouviu gritos desesperados de uma mulher, encontrou os corpos de três mulheres nos fundos da casa de Lucy, ela assassinou cruelmente as três. Lucy foi presa alguns dia depois em outra cidade, ela confessou os assassinatos e se matou. Percy se surpreendeu com a crueldade de Lucy, pois nunca esperava isso de alguém que sempre foi uma boa amiga.

Naquele dia, após acordar do susto e ver toda aquela movimentação na rua, Percy notou algo que estava não só na parede do quarto, mas em outros cômodos da casa, em todos esses lugares estava escrito com sangue a frase “Me ajude!”.

 

Nick: Percy111 Servidor: BR8


  • Guerra, LEANDRA1, Alane e 2 outros curtiram isto

IJ5wmKq.png

 
Eu + vc = :)
Eu - vc = :(  
Outra pessoa,outro amor não me interessa.Tem que ser você. Alane <3
s2~~~22/03/2017 às 20:37~~~s2 (inlove) (heart) :wub:                                  

#9 Meliodas-BR

Meliodas-BR

    Bisbilhoteiro

  • Members
  • PipPipPipPip
  • 94 publicações
  • LocalizaçãoEspírito Santo
  • Servidor:BR15
  • Personagem:Meliodas
  • Time:The Authority



Reputação: 138

Publicado 29 outubro 2019 - 14:01

Em pleno Halloween andei pelas ruas de Humphreydale e escutei um som estranho vindo de uma casa abandonada, com medo eu entrei na casa e me deparei com um zumbi que estava correndo atrás de crianças que estavam ali dentro, eu fui atrás dele com medo daqueles olhos vermelhos dele, mas... mesmo assim eu continuei correndo atrás dele que também estava correndo atrás das crianças, as crianças eram rápidas, corriam pra valer, e depois de alguns minutos um correndo atrás do outro com muita gritaria dentro daquela casa assustadora, o zumbi parou e olhou para mim com aqueles olhos vermelhos medonhos, eu no fundo estava com muito medo. Mas eu me lembrei que um verdadeiro herói não teme nada, e naquele momento eu parti pra sempre do zumbi e com um só soco eu o derrubei no chão, e depois das crianças terem se acalmado, eu fui para uma festa de Halloween de um amigo e levei as crianças para se divertirem, a festa foi demais! muita brincadeira e muitos sustos!

 

Meliodas, BR15.


  • Guerra e hitmmger curtem isto

BR15, BR5, BR3, BR9, BR14, BR16 & BR18
 
 
Nomes: Meliodas, CapitãoFelipe


#10 Ateu

Ateu

    Alguém cativado no momento

  • Members
  • PipPip
  • 14 publicações
  • Servidor:BR16
  • Personagem:Rainer
  • Time:Fênix
Reputação: 29

Publicado 30 outubro 2019 - 0:10

Estava eu jogando aquela velha e boa partida de Hero Zero, quando minha amada filha entra no quarto falando que era Halloween e que ela queria pedir doces, eu como bom pai e aficionado por tais guloseimas, me arrumei e coloquei uma linda fantasia de vilã do Hero Zero na pequena.

Saímos de porta em porta a pedir doces, só que as pessoas quase não davam bons doces, minha pequena ficava cada vez mais triste com o mirrado saco de doces e eu como pai ficava também.

Ai tive uma ideia, falei para minha filha que quando ela batesse na porta ao invés de falar “gostosuras ou travessuras”, ela dissesse: “corto sua internet e você vai ficar o dia sem jogar Hero Zero”, pois sabíamos que toda a vizinhança jogava o tão querido jogo.

Como mágica os doces vieram de forma voluptuosa e minha pequena se alegrava cada vez mais com o montante que de doces que estava a recolher.

Em um final de uma bela noite ela e eu voltamos para casa felizes da vida com o que foi arrecadado, comemos tudo juntos, sorrimos, ela falou que eu era o melhor pai do mundo e por fim tivemos uma bela dor de barriga no Halloween.

 

Rainer, BR16


  • Guerra, hitmmger e Akatsuki BR18 curtem isto

#11 Vaquinha

Vaquinha

    Perdido na vizinhança

  • Members
  • Pip
  • 1 publicações
  • Servidor:BR18
  • Personagem:Vaquinha
  • Time:Creche da Tainara
Reputação: 2

Publicado 30 outubro 2019 - 1:31

Era uma festa de Halloween normal como todas as outras ou é oque parecia ser, quando se o relógio batia 00:30 do dia 28 a festa começou a ficar meio esquisita, simplesmente do nada começou a chegar "pessoas" com fantasias muito reais de Frankenstein, Drácula, Lobisomem e vários outros. Eles tinham mau odor e não se relacionavam com o resto das pessoas da festa e tinham um olhar muito obscuro, as pessoas começaram a se espantar( Podia mesmo serem reais e não apenas fantasias ?) Começaram a soar frio com medo, podia aquela ser a ultima noite de vida deles. Sem que os "Monstros" perceberem mandaram uma pessoa escondido ir atras de algum herói ou algum time para salva-los, enquanto essa corajosa pessoa foi atras dos heróis as pessoas da festa tiveram que ficar lá, porque tinham medo de ser seguidas caso fossem embora. Passaram-se quinze minutos e nada, os "Monstros" ficavam cada vez mais estranhos e já se aproximava das 3:00 horas da madrugada quando o ouviram a primeira palavra daquele grupo insano, um deles falou "É, acho que não vai chegar mais ninguém, nesse caso, hora de fazermos um lanchinho com o que temos aqui" e se revelaram, realmente eram monstros que queriam devorar todas as pessoas da festa, quando começaram a ir em direção das pessoas elas ficaram apavoradas, todos começaram a correr e se desesperar mas não havia mais volta, já estavam cercados e aquele era o ultimo dia de suas vidas, ou é oque parecia, de repente chegou um herói pouco conhecido acompanhado por seu time, rapidamente os monstros perceberam que era o herói "Vaquinha" e seu time "Creche da Tainara" que estava os perseguindo à dias, pois sabia oque eles tinham em mente, naquela noite todos os monstros foram expulsos, porém, prometeram voltar. Ninguém sabe quando ou onde, mas um dia eles voltarão.

Vaquinha, br18
  • hitmmger e PEDRO HENRIQUE PEREIRA MAR curtem isto

#12 Sédryck Luiz Colasso Leal

Sédryck Luiz Colasso Leal

    Alguém cativado no momento

  • Members
  • PipPip
  • 7 publicações
  • LocalizaçãoSC
  • Servidor:BR16
  • Personagem:KZOL
  • Time:Overkill
Reputação: 1

Publicado 30 outubro 2019 - 15:14

Era uma vez, em uma noite de Halloween, numa sexta-feira 13, crianças brincavam fantasiadas e saíam felizes para pedirem doces pelas ruas de Humphreydale como em qualquer outra noite de Halloween. Mas nessa noite haviam crianças que não eram moradores de Humphreydale, pois as 3 crianças eram da Ilha de Yoyo mas eles resolveram passar a noite de Halloween na cidade.
Como todas outras crianças estavam fazendo, eles foram de casa em casa pedindo doces até que chegaram em uma casa muito estranha, não tinha nenhuma decoração e muito menos parecia ter alguém morando... uma criança que estava passando pela rua viu o grupo indo em direção à essa casa e então gritou: "não vão nessa casa, ela é assombrada"... obviamente os 3 não ligaram para o que ele tinha falado e bateram na porta -toc toc toc- de repente a porta se abre mas não havia ninguém. A curiosidade das crianças falou mais alto e resolveram entrar, logo após que todos entraram a porta se fechou sozinha, eles se assustaram mas continuaram a andar pela casa quando em certo ponto escutaram uma voz bem baixa chamando eles, então eles começaram a ir em direção dessa voz e isso foi o maior erro deles, pois lá dentro havia um fantasma conhecido como Cavaleiro Sem Cabeça, que na Idade Média era uma pessoa muito má e perdeu sua cabeça, e que agora como fantasma quer vingança.
O fantasma atacou as crianças, todas tentaram correr mas infelizmente só uma conseguiu escapar para contar a história, as outras duas não foram vistas desde então.

KZOL, BR16
  • hitmmger curtiu isto

#13 Murilo Antunes

Murilo Antunes

    Perdido na vizinhança

  • Members
  • Pip
  • 1 publicações
  • Servidor:BR16
  • Personagem:Antun3s
  • Time:Fênix
Reputação: 1

Publicado 30 outubro 2019 - 17:58

Em uma bela noite de Halloween na querida e monótona vizinhança de Humphreydale, eu como um belo jovem adulto, sai para pedir doces de porta em porta, mas obviamente sem revelar minha identidade secreta de héroi do bairro, tudo estava normal, consegui alguns doces, especialmente da senhora Pebbles que morava na casa nº 12 ela era muito querida, mas as pessoas em geral por algum motivo tinham receio em dar doces para um jovem de 18 anos, algumas delas me olhavam com cara feia (não sei o que passava na cabeça delas). Estava tudo bem até que eu olhei para meu relógio e eram 00:00, já estava tarde, não havia quase ninguém na rua somente algumas crianças que estavam pedindo seus últimos doces, eu logo pensei em ir embora, até que escutei gritos vindo de um beco muito escuro, eu como um bom héroi fui correndo até la, quando cheguei notei a presença de uma figura muito estranha, um homem alto de manto preto, cartola e olhos vermelhos, seu rosto era impossível de ser enxergado naquela escuridão, mas ele estava assustando algumas crianças e tentando roubar os doces delas, ai não teve jeito eu tive que tirar meu sobretudo revelando meu mais novo traje de héroi, e com meu espanador da justiça fiz cócegas naquele ser cruel até que ele devolvesse todos os doces das crianças e pedisse desculpa para cada uma delas, as crianças me agradeceram muito, e eu pedi para que elas não revelassem minha identidade secreta para ninguém.

 

nick: Antun3s

server: BR16


  • hitmmger curtiu isto

#14 Grin

Grin

    Bisbilhoteiro

  • Members
  • PipPipPipPip
  • 69 publicações
Reputação: 168

Publicado 31 outubro 2019 - 2:48

Grinword, BR1

 

Sempre que chega a época de Halloween, eu lembro com saudade do tempo que era possível caçar pets do tipo Smile. Em um dos anos que sai em busca destes pets tomei verdadeiros sustos praticamente por todos os locais por onde passei. Mas o mais assustador foi quando dei uma paradinha numa lanchonete e dei um pequeno cochilo. Ao acordar percebi que um dos clientes era um zumbi e tratei de me dar um beliscão achando que estava sonhando. Doeu bastante e fiquei aterrorizado ao perceber que aquilo era real.

Parti para cima do zumbi querendo arrancar a cabeça dele, mas foi então que ele se transformou e eu descobri que era apenas uma máscara.

Isso aconteceu no centro da cidade imundo, e eu estava apenas começando minha caçada. O sujeito ainda pediu desculpas, mas eu disse para ele que a travessura dele iria custar bem mais do que um doce e fiz ele lamber todo o chão que havia sujado com sangue, quer dizer, com katchup. E ele disse que iria passar mal se consumisse tudo aquilo. Então eu disse a ele que iria dar um desconto. Ele teria que me dar todo o doce que havia juntado naquele dia e então, eu pouparia ele de metade da sujeira. Foi hilário depois, pois nunca tinha visto um zumbi chorar.


  • Guerra, junyor123, hitmmger e 1 outros curtiram isto

#15 Estevão Bartes da Silva

Estevão Bartes da Silva

    Perdido na vizinhança

  • Members
  • Pip
  • 3 publicações
  • Servidor:BR1
  • Personagem:BADJAPA
  • Time:FEARLESS
Reputação: 8

Publicado 31 outubro 2019 - 10:42

BADJAPA - BR1

 

Certo dia, no festival de Halloween de Yokio, tradicional por seus desfiles de assustadoras fantasias, algo muito estranho aconteceu.

 

Estava eu com meus amigos Heróis acompanhando o desfile, quando ouvimos gritos desesperados vindo de uma viela escura. Corremos até lá para oferecer ajuda e, quando chegamos ao local, nos deparamos com um rapaz vestido de palhaço assustando uma pessoa. Depois de vermos que não passava de uma brincadeira, voltamos para o desfile.

 

Mais tarde, novamente ouço gritos vindo de outra viela. Eu  e os outros Heróis que ali estavam, ignoramos os gritos, pois desconfiamos que era outra brincadeira. Mas, para a nossa surpresa, os gritos continuavam, e cada vez mais desesperados. Nessa hora, o nosso ‘instinto de  Super-Herói’ falou mais alto, e fomos correndo averiguar a situação.

Quando chegamos lá, outro ataque, mas dessa vez era um Zumbi.

 

Por conta do caso anterior, achamos que era brincadeira. Pedimos para o sujeito parar, e nada dele obedecer.

Quando de repente, ele ataca a moça que gritava desesperadamente. Os dois caem no chão, e a moça para de gritar. Nessa hora, com o rapaz agachado por cima da moça e fazendo sons estranhos, eu fui até ele para ver oque de fato estava acontecendo. Quando cheguei, coloquei a mão em seu ombro e, de forma assustadora, ele olha lentamente pra mim. Foi ali que eu percebi que não era uma fantasia, mas sim um Zumbi de verdade!

 

Rapidamente o caos se espalhou pelo local, pois tinham alguns outros Zumbis ao redor. Eu e meus amigos Heróis entramos em ação, detonando todos os Zumbis. Quando parecia que estava tudo bem, o mais assustador de todos: O DRAGÃO DE YOKIO TOMA VIDA E COMEÇA A ATACAR AS PESSOAS DO DESFILE.

 

Novamente o desespero toma conta das pessoas, pois ninguém sabia como lidar com um Dragão. A única esperança eram os Heróis que estavam ali no momento.

 

E, em uma batalha que já durava mais de uma hora, ninguém sabia oque fazer com o Dragão, que seguia assustando todos na cidade. Foi quando deu exatamente 00:00 horas  e o dia do Halloween acabou. E com ele, também acabou o Dragão.

 

Mais tarde, descobrimos que existe um antigo feitiço macabro lançado sob a cidade de Yokio. Esse feitiço faz com que as mais assustadoras criaturas ganhem vida no dia do Halloween.

 

Desde então, nunca mais foi uma data festiva, e passou a ser a data mais assustadora de todo calendário.


Editado por Estevão Bartes da Silva, 31 outubro 2019 - 10:44.

  • Guerra, junyor123, LEANDRA1 e 3 outros curtiram isto

#16 Coby

Coby

    Alguém cativado no momento

  • Members
  • PipPip
  • 9 publicações
  • Servidor:BR17
  • Personagem:Coby
  • Time:FêиiЖ



Reputação: 15

Publicado 31 outubro 2019 - 14:48

Nessa narrativa, vou lhes contar a história de um homem chamado Astolfo, que desde criança é uma pessoa de bem que busca ajudar os necessitados e sempre carregou consigo o sonho de se tornar um grande herói com feitos extraordinários.

 

Em uma noite de verão muito quente, depois de ouvir um boato sobre um malfeitor que poderia atacar a cidade no dia de Halloween, Astolfo tomou uma dose bem gelada de coragem, vestiu algumas roupas engraçadas e saiu nas ruas para investigar e quem sabe descobrir mais a respeito desse terrível rumor que estava amedrontando os cidadãos de sua belíssima cidade.

 

Depois de três horas de caminhada, ele virou à direita na Rua Janela com lama e ao passar na frente de um beco muito escuro, se deparou com um indivíduo vestido com roupas malignas, junto com seus três comparsas. Imediatamente Astolfo se esgueirou por trás de uma lata de lixo, ficou escondido ouvindo toda a conversa e chegou a conclusão que eram eles, as mentes que estavam planejando o ataque no dia do Hallowen.

 

Sabendo disso, nosso herói de coração enorme retornou para a sua casa e contactou um time de heróis anônimos, ao qual tinha se juntado recentemente. Contou que havia descoberto os responsáveis pelo ataque que aconteceria no dia 31/10 e que para impedir o vilão Abóboro e os seus três capangas abobrinhas, precisaria da ajuda dos outros heróis.  

 

Chegando o dia do Hallowen, os malfeitores estavam se preparando para começar o ataque quando foram surpreendidos por dezenas de heróis, que destruíram as máquinas de transformar doces em geléia verde e prenderam os quatro desordeiros, para que nunca mais façam o mal.

 

Maicuts, BR18


  • hitmmger curtiu isto

#17 SpeelerBR18

SpeelerBR18

    Perdido na vizinhança

  • Members
  • Pip
  • 1 publicações
  • LocalizaçãoES #027
  • Servidor:BR18
  • Personagem:Speeler
  • Time:Creche da Tainara
Reputação: 1

Publicado 31 outubro 2019 - 15:24

Speeler - BR18

Era uma vez uma mulher que morava sozinha em uma casa pitoresca no campo, aos arredores de Humphreydale. Seu marido faleceu há cerca de cinco anos e ela estava planejando se mudar em breve, para o Capitólio. Um dia, enquanto guardava algumas coisas de seu marido, ela notou que a temperatura caiu muito. Ela caminhou pelo corredor para verificar o termostato, mas quando chegou lá não mostrou diferença de temperatura. Ela pensou, mas imaginou que devia estar quebrado. Ela decidiu que ligaria para alguém no dia seguinte para consertar. Quando ela passou pelo espelho na parede no caminho de volta, ela pensou ter visto um movimento de sombras no reflexo. Então, de repente, a temperatura voltou ao normal e, quando ela olhou para o espelho, não havia mais nada. Ela virou e voltou a fazer as malas.

Alguns dias depois, a temperatura voltou a cair. Mais uma vez a mulher foi ao termostato e, novamente, não mostrou alterações. Ela lembrou que tinha esquecido de ligar para alguém para consertar. Ela prometeu a si mesma que ligaria depois do show na TV que estava assistindo. Quando ela passou pelo espelho, viu novamente o movimento das sombras. Ela parou. No reflexo, ela viu uma sombra, nada além de uma sombra. Ligeiramente translúcido, mas visível. A forma era indescritível. Ele mudou de forma, como a água que flui, do tamanho de uma pessoa alta. Saiu da parede atrás da mulher, mas quando ela se virou para encará-la, não havia nada lá. Agora ela estava assustada. Ela começou a tremer. Lentamente, ela voltou-se para o espelho. A figura ainda estava lá, e mais perto. Ela gritou "SOCORRO!!!", mas ninguém veio. E mais e mais perto dela encostou...

Algumas semanas depois, uma amiga da mulher apareceu para dizer olá. Ela bateu e bateu, mas não houve resposta. No dia seguinte, um policial saiu para investigar, mas não encontrou nada além de algumas caixas vazias e a TV ligada. Foi apresentado como um caso não resolvido. A casa foi logo limpa e colocada no mercado para venda.

Por muitos anos a casa ficou vazia, com todas as histórias por aí. Mas um dia uma pequena família composta por mãe, pai e filha mudou-se da cidade para a casa.
 
Tudo estava bem até que um dia a temperatura caiu em casa. A filha foi até os pais e perguntou o que havia acontecido. Eles disseram que não sabiam e foram ao termostato para ver. Não mostrou mudança de temperatura. Eles decidiram ligar para alguém. A filha voltou a brincar com as bonecas no quarto. Se ela olhasse no espelho, teria visto uma sombra espreitando por trás do reflexo de sua cama. Mas nesse momento seus pais vieram dizer que alguém estava chegando no dia seguinte para consertar o termostato e que ela teria que lidar com isso por um tempo, mas quando eles terminaram de dizer isso, a temperatura voltou ao normal. Os pais disseram que não importa.

Algumas semanas depois, a temperatura voltou a cair. A garota estava escovando os cabelos na época, na frente do espelho. Ela viu a sombra atrás do reflexo quando começou a rastejar em sua direção. Ela gritou. Os pais dela perguntaram o que aconteceu. Ela disse a eles, mas eles não acreditaram nela. Ela tentou fazê-los acreditar nela, mas não adiantou. Eles a levaram a um psicólogo para obter ajuda.

Quando ela chegou em casa, ela acreditava que tudo era fruto de sua imaginação. Ela provavelmente continuaria acreditando que, exceto que cerca de um ano depois, a temperatura caía mais uma vez. A menina estava sozinha porque seus pais foram ao teatro e a deixaram em paz desde os 13 anos de idade. Ela estava experimentando maquiagem na época, diante do espelho de sua mãe. Ela olhou aterrorizada quando a coisa saiu de trás da cama. Ela tremeu, mas não chamou, sabia que ninguém viria. E agora, como havia feito antes, a coisa se aproximava cada vez mais, mais e mais ...

Quando os pais das meninas chegaram em casa, encontraram a casa vazia. A filha deles não estava em lugar algum. O relatório da polícia disse outro caso não resolvido. A casa ainda permanece até hoje. E ainda está no mercado, se você quiser comprá-lo. É uma barganha.
  • hitmmger curtiu isto

#18 heliza coimbra

heliza coimbra

    Perdido na vizinhança

  • Members
  • Pip
  • 1 publicações
  • Servidor:BR18
  • Personagem:CristinaMacre
  • Time:JIBIF TEAM
Reputação: 1

Publicado 31 outubro 2019 - 22:07

    Em um dia monótono, uma super heroína estava retornando para sua casa exausta depois de um longo dia de afazeres.  Era 27 de Outubro, véspera  do Halloween, e decidiu passar por um caminho pouco movimentado e longínqua de casa, com intenção de ociar sobre sua vida.  A cada passo uma voz em sua mente a implorava para retornar, mas cheia de coragem continuou sem medo. Quando estava no meio do caminho ela encontro seu colega/amor de infância, Sflerd, quando ela o viu seu coração  disparou. Foi neste momento que ela percebeu que nunca deixou de ama-lo. Alguns minutos de conversas o Sflerd a convidou para jantar no dia seguinte e ela empolgada aceitou no mesmo segundo, assim ele pediu que ela o encontrasse as 22H na casa dos Rhimelles, onde três família foram mortas.
      Naquela noite ela sonhara com ele, o Sflerd, com seus cabelos negros e seu olhar misterioso.
      No dia Seguinte,  ela acordou muito feliz. A heroína  passou o dia se arrumando, não  cumpriu missões,  treinamentos, missões  especiais e ficou "Offline" da sua vida de heroína.
       O horário  do encontro chegou, ela estava linda com um vestido preto e perfume doce, foi ao encontrar seu amado. Ao chegar na casa velha o Sflerd já  estava, eles conversaram sobre suas travessuras de quando eram pirralhos. O Sflerd a chamou para dançar, a música  era boa e lenta.  Ele estava cheiroso, bonito e forte como ela nunca tinha visto antes. Enquanto dançavam ela se assustou a não  vê  o reflexo do Sflerd no espelho da velha casa, mas, ignorou a situação se convencendo  que era sua imaginação. Enquanto dançavam, Sflerd beijo a  ingênua  heroína. Após  o primeiro beijo a jovem não  se conteve e declarou que o amava. Quando o Sflerd ouviu isso segurou delicadamente a cabeça e começou  a beijar o pescoço da jovem,  em um dado momento aquela heroína  sentiu uma dor inexplicável em seu pescoço, como o de agulhas afiadas e de grande diâmetro. Quando ele a soltou ela não  acreditou no que via, ele não  era mais humano e a jovem adormeceu.
      Faz 5 anos que isso ocorreu!  E a vida aquela jovem mudou completamente, passou de heroína  para uma vilã que  está  na frente do espelho, mas não se vê, que quando senti o cheiro de sangue as suas presas surgem sem seu consentimento. Aquela jovem que se alimenta daqueles que um dia protegeu.

 

 

Nick: CristinaMacre  BR 18


  • hitmmger curtiu isto

#19 PEDRO HENRIQUE PEREIRA MAR

PEDRO HENRIQUE PEREIRA MAR

    Perdido na vizinhança

  • Members
  • Pip
  • 1 publicações
  • Servidor:BR18
  • Personagem:Renegado
  • Time:Angels Of Apocalypse
Reputação: 1

Publicado 31 outubro 2019 - 23:39

NICK: Renegado [BR18]


Em uma cidade conhecida do Humphreydale havia uma mulher muita velha, que em todas as noites de Hallowen ela ficava em frente um ciminterio no centro de Granbury pedindo doces para os que passasse ai durante a noite.
Neste mesmo dia um grupo de amigos resolveu se reunirem para fazer uma festa comemorando o Hallowen com muitos Donuts, doces e tudo de bom. Foi uma festa sinistra de arrepiar que deixou toda a galera super empolgado. Por volta das 3 horas da manhas todos ja estavam cansados da festa e resolveram ir embora para casa, mas no meio do caminho de volta a casa eles se deparam com a velha que estava em frente ao ciminterio pedindo doces e como os meninos estavam cheio de doces resolveram ir dar um pouco para essa velha chegando la um deles resolveu pergunta-la se ela não tinha medo de ficar ali naquele horário sozinha foi ai que ela respondeu que quando ela era viva tinha sim, então ai os meninos começa a correr gritando com muito medo. Depois disso tudo cada um foi para sua casa para poderem dormir e descansar e um dele acabou tendo pesadelo lembrando da velha do cemitério.
Então tomem muito cuidado nesta noite de Hallowen para não acabar se assustando e espero que comem muitos doces.
  • hitmmger curtiu isto

#20 LEANDRA1

LEANDRA1

    Vigilante sonâmbulo

  • Members
  • PipPipPipPipPip
  • 180 publicações
  • LocalizaçãoSão Leopoldo R.S.
  • Servidor:BR6
  • Personagem:LEANDRA1
  • Time:Adamantium






Reputação: 339

Publicado 01 novembro 2019 - 11:11

                  leandra / br1       

 

O Mistério do fantasma ganancioso de Humphreydale...  caveira43.gif

 

Em uma cidade distante chamada Hunphreydale, conhecida pela bravura de seus heróis em manter a cidade segura e tranquila. Alguns mistérios permaneciam sem explicação .

Lucy era uma menina que acreditava na existência de fantasmas e ao aproximar-se o Dia do Halloween, só queria sair à procura de guloseimas, na esperança de encontrar um fantasma assustador para apanhar um bom "susto". Lucy adorava histórias de terror. 

Na noite do dia 31 de outubro, mascarou-se e com os seus amigos foi procurar doces e um pouco de aventura. Quando voltou para casa depois do jantar e já sm o disfarce, encontrou um bom local para guardar todos as guloseimas que tinha ganhado, escondendo-as bem, pois não queria partilhá-las com ninguém. Pouco depois adormeceu. À meia-noite, um barulhoacordou-a, e de imadiato pôs a cabeça de fora dos lençóis. Que susto! Aos pés da cama estava nada mais nada menos do que um ..... fantasma!

Todo de branc, deslizava, flutuando. Lucy observou-o atentamente e quase sem respirar. De repente, o fantasma desapareceu. De manhã contou à sua família o que tinha acontecido durante a noite. A sua mãe tentava em vão convencê-la que tudo não passava de um sonho Lucy insistiu que os pais a acompanhassem até ao quarto. Ai Lucy indicou o local do aparecimento do fantasma e ... surpresa! 

O esconderijo das guloseimas tinha sido assaltado! Não havia sinal dos doces, conseguidos com tanto esforço no dia anterior. Teria sido o fantasma ? Os fantasmas comem doces ? Se Lucy tivesse partilhado seus doces com os pais e irmãos não teria ficado sem eles. Por isso, nesse Halloween e em todos os outros" compartilhem. Não espere que venha um fantasma" comê-los!


Editado por LEANDRA1, 01 novembro 2019 - 11:34.

  • NulgatyTop curtiu isto

  giphy.gif





0 membro(s) está(ão) a ler este tópico

0 membro(s), 0 convidado(s), 0 membro(s) anônimo(s)